Carros estrangeiros nas portagens eletrónicas

É bastante frequente receber hóspedes (estrangeiros ou Portugueses) que chegam com o seu próprio carro, depois de longas viagens a partir do centro da Europa, como de França, Bélgica ou Alemanha. Outros ainda vêm do Canadá ou EUA mas alugaram o carro em Espanha. Portanto, todos estes viajantes entram em Portugal com veículos não-portugueses.

Vamos tentar resumir aqui a informação essencial para quem planeia a sua viagem de carro pelas estradas Portuguesas, com um carro de matrícula estrangeira.

 

1. ATENÇÃO NA FRONTEIRA AO ENTRAR EM PORTUGAL

Em Portugal existem vários tipos de redes de estradas, interligadas. Ao usar as estradas com portagens exclusivamente eletrónicas (difíceis de evitar…), o automobilista deve estar prevenido com um dispositivo que permita ao sistema eletrónico reconhecer o carro e o seu condutor, para que lhe seja debitado o pagamento da portagem.

Se vai entrar em Portugal com um carro registado noutro país, assegure-se de que passa por um Welcome Point – fique atento à sinalização das seguintes estradas nas zonas fronteiriças:

Noroeste: A28 – Viana do Castelo;

Norte: A24 – Chaves;

Este: A25 – Vilar Formoso;

Sudeste: A22 – Vila Real de Santo António.

IMPORTANTE – A entrada pela A4 – Quintanilha não tem Welcome Point.

Faça por encontrar um destes Welcome Points, o resto da sua viagem pode ser feito sem pensar mais neste assunto.

 

2. OPÇÃO EASYToll

Uma vez encontrado o Welcome Point, o condutor passa o seu cartão Mastercard ou Visa pelo terminal e, automaticamente, esse cartão fica associado à matrícula do veículo que está a conduzir. As tarifas das portagens serão debitadas diretamente da conta bancária.

Esta é a opção mais comum para turistas ou emigrantes.

Esta adesão tem uma validade de 30 dias. Para esclarecer qualquer dúvida ou pedir alteração dos seus dados, deve contactar: 707 500 501 ou +351 79 555 2128 ou consultar em EASYToll Services.

 

3. OPÇÃO TOLLcard

Esta opção também se adequa a visitantes de curta duração e só pode ser usada em carros de matrícula estrangeira. É uma boa alternativa para quem não passou pelo Welcome Point.

Cada TOLLcard tem associado um valor fixo diferente (5€, 10€, 20€ ou 40€) e é ativado através do envio de uma SMS. Este cartão tem a validade de um ano e o seu “saldo” pode ser consultado online.

O TOLLcard pode ser comprado numa estação dos CTT, em estações de serviço das Auto-estradas ou em www.tollcard.pt.

 

4. TUDO ISTO É MESMO NECESSÁRIO?

Sim, é mesmo necessário. E ainda há mais opções, mas se passar num Welcome Point ou passar numa estação dos CTT, encontrará todos os detalhes. Existem ações de fiscalização e se arriscar viajar sem qualquer dispositivo poderá ter de pagar uma multa… As estradas com portagens exclusivamente eletrónicas, espalhadas por todo o país, são bastante difíceis de evitar.

Se alugar um carro com matrícula portuguesa, terá de confirmar com a empresa contratada: de que forma está o carro equipado para a faixa “Via Verde” e para as portagens eletrónicas e de que forma será feito o pagamento das portagens que vier a usar.

 

5. PARA SABER AINDA MAIS

Não deixe de consultar o website oficial portugaltolls.com .

As imagens acima foram originalmente partilhadas pelos blogs driveeuropenews.comthebarefootnomad.com – os seus textos estão também muito completos, vale a pena lê-los.

 

Esperamos que esta nossa partilha ajude a planear ainda melhor a sua próxima viagem de carro em Portugal – Boa viagem!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *